sábado, 26 de maio de 2007

Filipe Ovelha diz Duka Souto responde...

filipe diz:
pra quem gosta e tá confuso,quando tá pra estar perto nervoso fica com frieza na barriga,aí ela tem que estar com muitos a sua atenção numa mesmo momento,aí fico agoniado,como faço?quer dizer que ficar quieto pra esperar ou procurar fazer outras coisas,conversar outras coisas sem se abalar,ou querer entra no meio de todos pra falar e ouvir o que prefiro que seja devagar,procurar conversar...
ou na calma de um olhar dizer pra que surja o que realmente é preciso pra mim ouvir falar?
dukasouto diz:
eu prefiro a calma de um olhar...
que nem sempre é mesmo calma...
no olhar da para ver...
a inquietude da alma
o calor
o fogo
o silencio...
e no momento...
o silencio...
grita...
fala...
queima e arde...
encanta mais que o sol no fim da tarde...
vamo entao continuar...
de repente pra repente...
vamo so versificar...
oq tem dentro da gente...
ficar contente..
alegremente..se alegrar
coisar coisa que sente...
deixar o coraçao falar
dialogar...
e as almas...
as energias de que somos feitos
cheias de luz e virtudes...
nao me lembro dos defeitos..
sem conceitos
pre-conceitos
ou pre-ocupaçoes...
verbo, verso, melodia...
faz nascer várias cançoes...
filipe diz:
sei de todo esse bem que atinge e nos cerca e somos,sinto tambem pelo hoje um tanto desse defeito que me transporta e sinto por sentir que pode me fechar algumas portas,que veem e podem ser meio tortas,diante de tanta beleza do coração de um amigo nao me sinto mais ferido ,sinto a paz grande de quem tambem se ve cheio de defeitos e que viaja em seus paradeiros transporte de pernas que assim percebo
dukasouto diz:
e assim percebo...que no meio disso tudo...de defeitos e virtudes...vejo alem do absurdo...
viajo no meu paradeiro...
nunca olho para trás
olho as flores dos canteiros...
quero sempre algo mais...
e os sais...
o salitre...
a maresia...
o orvalho que há nas folhas...
quando amanhece o dia...
filipe diz:
verso e poesia pra quem sofre tanto ,ronda tanta agonia que palavrar contente me retomo pois amanheço a tempos bem cedinho no clarear do dia e sinto muito mais com suas palavras carregadas de ventos rajantes de amor pelo simples viver da beleza do ser do dia que vem melhorando pra um caba que ta na bahia que sinto aqui com força e felicidade de te ter conhecido um dia
dukasouto diz:
sem palavras

Nenhum comentário: