sábado, 10 de novembro de 2012

E eu... II

E eu, aqui...
a reinventar palavras...
na tentativa de descreve-la...
com seu andar de onça...
seus ombros, aconstelados...
num céu claro, com estrelas...
em sépia...

Novamente...
me encanto...
com as memórias...
de um breve encontro...
a de um primeiro beijo...
tenso...
vestido de timidez...
da coceira nas minhas mãos...
a desejar...
a pele dela...
para que as pontas de meus dedos...
pudessem... enfim...
beijar ao toque...
suas constelações...
pintadas pela luz...

Sei que ainda juntarei...
outras palavras...
na busca, de descrever...
essa bela-moça-onça...
do sorrir lua-crescente...
cujo o olhar me entroncha...
latejando em minha mente...

Duka Souto

Nenhum comentário: